quarta-feira, 30 de novembro de 2005

Perdas e danos

Acho que o cerumano (nossa que fashion, igual ao "metendo o pau!") foi realmente programado para ser feliz.
Como cheguei a essa conclusão? Pela observação que damos muito mais valor a tristeza que a alegria, pelo fato de que o período refratário a algo realmente bom é bem menor do que o correspondente a algo muito ruim.
Sabe, é como de o nosso nível de alegria fosse mais próximo do nosso nível "normal" de humor.
Esse fim de semana Romeu morreu. Cardiomegalia congênita associada a uma babesiose, sábado ele estava alegre e "sorridente", domingo ele estava internado, entubado e dopado, morreu na segunda.
O sentimento de perda é impressionante, mesmo sendo "só" um animal de estimação, nunca perdi alguém muito próximo de mim e não sei direito como vou reagir quando isso ocorrer, mas os prognósticos são péssimos...

Abraço a todos...

4 comentários:

bertim disse...

Eguas doido!!!!!! Como fui esquecer de vc =~~~~
É o DMSO, dimetil-sulfóxido, ou algo assim, se vc conseguir eu choro todinho aki doido =**

_intranse disse...

sentimos muito pelo Romeu, Cara.
acho q perda é perda, independente de quem...

abs.
e obrigado pela explicação do pé-de-mamão, pelo visto foi coisa da minha Mãe mesmo.

Soraya disse...

O Romeu!?!??! Aquele lindo cor de caramelo!? :(
Ai, até eu vou chorar...sinto muito, amigo, sei como é difícil. Quando abraço e beijo meu nenem fico pensando o que eu faria sem ele... Beijos

Anônimo disse...

Super color scheme, I like it! Good job. Go on.
»