quinta-feira, 18 de maio de 2006

Meu amigo Humberto disse que me odeia por que escrevo poesia em meu blog. Por favor Humberto, não me odeie. Um ser humano deve ter alternativas além da prosa. Às vezes uma poesia nos fala tanto quanto quanto um conto ou uma crônica (mas em geral não...).
Não coloque a minha poesia simples, de poucas linhas e de sentido interno na classificação dos musicais do Rodrigo. Não classifique a minha parca poesia de sentimentalóide.
Entenda-me, leia Vinícius de Morais e perceba por que mesmo sendo feio ele agarrou tantas mulheres, veja José Luís Borges e imagine uma conversa de três minutos (se alguém conseguisse entendê-lo por tanto tempo).
Meu amigo, não odeie a poesia, seu coração um dia ira estar pleno de rimas e sentimentos. Quem sabe um dia o Situações terá alguma rima rara estampada em primeira página!
Adieu.

4 comentários:

RaveN disse...

apesar de nao gostar de poesia, tbm aprecio outros textos não humorísticos ( como vc deve ter visto pelo meu blog ) sempre há beleza em pensamentos, n importa o tipo

e vlws pela visita

t+

Flavita disse...

Se dependesse de mim, aqui em casa só se ouviria musica de qualidade [me garantindo, talvez]. Mas como estamos falando dos bares que ficam na frente da minha casa não se pode esperar muita coisa ahn?!
E não, isso não me deixa nada feliz.
Mas fazer o que né?!
Valeu pela visita.

Anônimo disse...

Super color scheme, I like it! Keep up the good work. Thanks for sharing this wonderful site with us.
»

Anônimo disse...

Hi! Just want to say what a nice site. Bye, see you soon.
»