quarta-feira, 5 de outubro de 2005

Não se irrite, seja resiliente (seja lá o que for isso...)

Como eu odeio auto-ajuda (que dizem ser um gênero literário). Mas como tem gente que compra isso...
Fico extremamente curioso para conhecer algum autor de livro de auto-ajuda, por que leitores eu conheço vários. Perfil padrão: mulher, entre 30 e 40 anos, solteira (um dos motivos), mora sozinha, insegura (grande motivo), com emprego fixo (nossa!).
Acho que os autores de auto-ajuda devem ser as pessoas mais bem sucedidas do mundo. Para ajudar os outros a resolver seus problemas é preciso ter resolvido os seus, ou não?
E o mais incrível é que eles criam exemplos fantásticos para facilitar o entendimento das suas teorias de bem-estar social. É um mar de "- Seja paciente, a vida vai sorrir para você!"; "- Trate todos os seus colegas de trabalho como clientes que pagam muito bem!"; "- Pare para pensar, a culpa pode ser sua!".
Esses são os livros mais vendidos no mundo, uma prova da necessidade que o homem tem de um suporte externo para seu "espírito".

ps.: gostaria de incluir na listagem do post abaixo a seguinte situação - Você está no fim de uma fila, chega outra pessoa e pergunta: - Aqui é o final da fila?, ou então: - Você é o último?...Ah como eu odeio isso!!!

Abraço a todos!

2 comentários:

Anônimo disse...

Your are Nice. And so is your site! Maybe you need some more pictures. Will return in the near future.
»

Anônimo disse...

Really amazing! Useful information. All the best.
»